Doenças comuns no verão

11 de janeiro de 2024

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
29 de junho de 2023

Os casos de alergia respiratória, como asma, rinite, bronquite e sinusite, aumentam em época de inverno, por causa do frio, tempo seco e mudanças bruscas de temperatura.

O tratamento contra alergia respiratória é realizado através do uso de vacinas ou medicamentos, para controlar ou aliviar crises alérgicas. Isso faz com que a pessoa tenha melhor qualidade de vida.

A consulta com um médico alergista é essencial para o correto diagnóstico do tipo de alergia respiratória e o melhor tratamento, conforme a situação.

Além disso, medidas de controle ambiental na casa da pessoa com alergia respiratória são essenciais para evitar o acúmulo de substâncias que possam agravar o quadro de alergia.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
5 de abril de 2023

Peixe, camarão, bacalhau e doces que levam ovo, leite, amendoim, castanhas, soja ou cacau em sua composição são os maiores responsáveis pelo aumento dos casos de alergia alimentar em época de Páscoa.

Coceira, vermelhidão na pele, náuseas e vômitos são as reações alérgicas mais comuns após o consumo desses alimentos.

Algumas pessoas podem apresentar reações mais graves, como desmaio, urticária, inchaço na garganta ou choque anafilático, havendo risco de morte, caso o socorro não seja imediato.

Os testes alérgicos permitem descobrir se a pessoa tem alergia a determinados alimentos.

O tratamento contra alergia alimentar serve para diminuir a ocorrência de reações alérgicas ou que a pessoa tenha reações mais leves, melhorando sua qualidade de vida.

Posted in Blog by admin | Tags:
5 de janeiro de 2023

O verão é uma estação que exige maior cuidado com determinadas doenças e alergias.

Hepatite A é uma doença comum no verão, em que há consumo elevado de água, gelo, saladas e outros alimentos crus (ex: alguns frutos do mar) devido ao calor intenso. A transmissão ocorre pela água ou alimentos que estejam contaminados por coliformes fecais contendo o vírus da hepatite.

O verão também é uma época chuvosa, havendo aumento dos casos de dengue e febre amarela pelo fato do mosquito transmissor da doença se desenvolver na água que fica acumulada em garrafas, caixas, latinhas e outros recipientes.

Além disso, o verão também é uma época em que insetos como formigas, abelhas, vespas, marimbondos, pulgas e mosquitos (ex: borrachudo, muriçoca e pernilongo) também se proliferam, podendo a pessoa apresentar reações alérgicas leves (dor, inchaço, coceira, vermelhidão), moderadas (náuseas, dor abdominal, tontura) ou graves (urticária, choque anafilático, inchaço na garganta), por causa da picada de qualquer desses insetos.

A vacinação é a melhor forma de se proteg

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
14 de dezembro de 2022

Os casos de alergia alimentar em época de Natal e Ano Novo aumentam de forma considerável devido ao maior consumo de determinados alimentos como carne de porco, peixes, frutos do mar (ex: camarão), nozes, amendoim, castanhas e doces que levam ovos e leite de vaca (ex: rabanada).

Na maior parte dos casos, as reações alérgicas são leves, podendo haver coceira, dor ou inchaço em qualquer parte do corpo.

Entretanto, reações mais fortes podem ocorrer, como náuseas, vômitos, dor abdominal ou tontura.

Em alguns casos, a pessoa pode ter reações graves, como urticária, choque anafilático ou inchaço na garganta, havendo risco de morte caso o socorro não seja imediato.

A alergia alimentar pode ser tratada, para diminuir a ocorrência de reações alérgicas ou para que a pessoa tenha reações mais leves, melhorando sua qualidade de vida.

Existem dois testes que auxiliam no diagnóstico de alergia alimentar: o teste cutâneo e o teste no sangue, que verificam a existência de anticorpos produzidos pelo sistema imunológico da pessoa com alergia.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de setembro de 2022

Os casos de alergia respiratória (asma, rinite e bronquite) aumentam em época de primavera devido ao grão de pólen produzido pelas flores e gramíneas, que crescem mais rápido nessa estação.

Cedro, girassol, capim, relva, crisântemo, oliveira, pinheiro, jasmim, margarida e violeta são alguns exemplos de flores ou gramíneas bastante conhecidas e que produzem uma grande quantidade de pólen.

Essas crises alérgicas causadas pelo pólen podem ser controladas ou amenizadas através do uso de vacinas e medicamentos, prescritos por um médico alergista, após a verificação do histórico e situação do paciente.

Além disso, devem ser adotadas medidas de controle ambiental na casa onde a pessoa mora, para afastar ou diminuir o contato com pólen e outras substâncias que podem provocar crises alérgicas respiratórias.

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
2 de setembro de 2022

Através do teste alérgico, é possível descobrir se a pessoa tem alergia a:

ácaros

mofo

pólen

látex

componentes de tecidos, joias, bijuterias, maquiagens, perfumes, produtos de beleza e de limpeza, entre outros

picada de insetos (ex: abelha, vespa, formiga, pulga, mosquitos, etc)

proteínas presentes na saliva de animais (ex: gato, cachorro, etc)

alimentos (ex: ovo, leite de vaca, soja, amendoim, trigo, peixe, frutos do mar, carne de porco, etc)

Existem dois testes que auxiliam no diagnóstico de alergia: o teste cutâneo e o teste no sangue.

No teste cutâneo, são aplicadas pequenas quantidades de determinadas substâncias (alergenos) na pele, para verificar se a pessoa apresenta reação a alguma substância. Já o teste no sangue serve para verificar a existência de anticorpos do tipo IgE, produzidos pelo sistema imunológico da pessoa com alergia.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de junho de 2022

Quando a criança está deitada, ocorre aumento do fluxo de sangue na região do nariz, o que facilita o acúmulo de secreção dentro do nariz.

Esse acúmulo de secreção pode causar entupimento do nariz, principalmente se a criança está gripada, tem alergia respiratória (ex: rinite, sinusite) ou está com aumento da adenóide (carne no nariz).

Nesse caso, a criança passa a respirar pela boca, podendo tossir com maior frequência e intensidade.

Além disso, o acúmulo de secreção no nariz pode resultar em dor de ouvido, devido ao aumento de pressão nessa região.

No caso da febre, ela costuma ser mais alta à noite devido aos hormônios que controlam a temperatura do corpo e que são mais ativos durante esse período.

Essas situações de aumento da tosse e da febre à noite também podem ocorrer com adolescentes e adultos, pelos mesmos motivos acima mencionados.

Posted in Blog by admin | Tags: , , , ,
8 de junho de 2022

A pessoa com asma, em momentos de crise, pode apresentar sintomas como tosse e falta de ar.

Se essa pessoa contrair gripe, há o risco desses sintomas virem com maior intensidade ou duração, piorando sua qualidade de vida.

Além disso, há maior chance da pessoa com asma desenvolver graves complicações decorrentes da gripe, como a pneumonia, havendo inclusive risco de morte, conforme a complicação.

A vacinação é a melhor forma de se proteger contra a gripe, sendo recomendada a vacina quadrivalente, que contém 4 cepas do vírus da gripe específicas para 2022: H1N1, H3N2 (subtipo Darwin) e duas cepas de Influenza b, oferecendo maior proteção do que a vacina trivalente, que contém apenas uma cepa de Influenza b.

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
13 de abril de 2022

A Páscoa é uma das datas comemorativas em que há aumento considerável de casos de alergia alimentar.

Isso ocorre devido ao maior consumo de peixe, camarão e bacalhau, em substituição à carne vermelha, e também de chocolate e outros doces, que podem levar substâncias como leite, ovo, cacau, amendoim, soja ou castanhas em sua composição.

As reações alérgicas mais comuns são a coceira e vermelhidão na pele, náuseas e vômitos. Algumas pessoas podem apresentar reações mais graves, como tontura, desmaio, urticária, choque anafilático e inchaço na garganta, sendo que algumas dessas reações podem levar à morte, caso o socorro não seja imediato.

É necessário fazer o teste cutâneo ou o teste no sangue, para descobrir se a pessoa tem alergia a determinado alimento. Esses testes verificam a existência de anticorpos produzidos pelo sistema imunológico da pessoa alérgica.

A alergia alimentar pode ser tratada, para diminuir a ocorrência de reações alérgicas ou para que a pessoa tenha reações mais leves, melhorando sua qualidade de vida.

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
× Whatsapp