Por que os casos de alergia respiratória começam a aumentar no outono?

23 de março de 2022

Os casos de alergia respiratória, como asma, rinite e bronquite, aumentam consideravelmente no outono, por causa das mudanças bruscas de temperatura no mesmo dia (manhãs/tardes quentes e noites frias), fazendo com que a pessoa apresente sintomas como espirros, tosse, coriza, coceira no nariz e nariz entupido. Em alguns casos, podem ocorrer reações mais graves, como falta de ar.

A consulta com um médico alergista é essencial para o correto diagnóstico do tipo de alergia respiratória e o melhor tratamento, através do uso de vacinas, medicamentos controladores e medicamentos aliviadores, conforme a situação.

Além disso, é importante a adoção de medidas de controle ambiental em casa, para evitar o acúmulo de substâncias como poeira, mofo, pelos de animais e fezes de ácaros, que podem agravar o quadro de alergia da pessoa que já sofre quando ocorrem mudanças bruscas de temperatura.

Uma medida de controle ambiental simples, mas de grande importância para evitar crises alérgicas respiratórias, é lavar, antes de seu uso, os cobertores e edredons que estejam guardados, para reti

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
14 de outubro de 2021

Alergias respiratórias, como asma, rinite e bronquite, podem prejudicar sua qualidade de vida, se não houver tratamento.

O controle ambiental é parte importante desse tratamento e serve para afastar ou diminuir a quantidade de alérgenos na casa, como poeira, fezes de ácaros, mofo, pelos de animais, entre outros, que são responsáveis por causar crises alérgicas respiratórias.

Existem dezenas de medidas de controle ambiental que fazem o alérgico se sentir melhor em casa. Podemos destacar 5 medidas:

1. Limpeza com pano úmido ou aspirador, para evitar a subida da poeira;

2. Retirada de tapetes, carpetes e cortinas, pois são grandes acumuladores de poeira;

3. Eliminação de mofo;

4. Forração de travesseiros com napa impermeável e sem zíper, o que facilita a limpeza e também evita a proliferação de ácaros;

5. Lavagem constante de roupas de cama e cobertores.

Além do controle ambiental, o tratamento contra alergia respiratória poderá incluir o uso de vacinas e medicamentos, a ser definido por u

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
28 de setembro de 2021

Com a chegada da primavera, aumentam os casos de alergia respiratória (asma, rinite e bronquite) causados principalmente pelo pólen e por fezes de ácaros.

O pólen é um grão produzido pelas flores e gramíneas. Como elas crescem mais rápido na primavera, há maior quantidade de pólen produzido, sendo facilmente espalhado pelo vento.

Cedro, girassol, capim, relva, crisântemo, oliveira, pinheiro, jasmim, margarida e violeta são alguns exemplos de flores ou gramíneas bastante conhecidas e que produzem uma grande quantidade de pólen.

Com relação aos ácaros, eles se proliferam com maior facilidade na primavera, por ser uma época de temperaturas suaves. As proteínas contidas nas fezes dos ácaros são responsaveis por causar crises alérgicas respiratórias.

Essas crises alérgicas causadas pelo pólen e por fezes de ácaros podem ser controladas ou amenizadas através do uso de vacinas e medicamentos, prescritos por um médico alergista, após a verificação do histórico e situação do paciente. Além disso, devem ser adotadas medidas de controle ambiental na casa on

Posted in Blog by admin | Tags: , , , ,
25 de agosto de 2021

Muitos casos de alergia surgem na infância, pelo fato do sistema imunológico da criança ainda não estar completamente desenvolvido.

Além disso, se algum dos pais tiver alergia, a chance da criança desenvolver alergia aumenta de forma considerável.

Esses são os tipos de alergia mais comuns em crianças:

1. Alergias respiratórias, como asma, rinite e bronquite;

2. Alergia alimentar, principalmente a leite de vaca, ovo, soja, trigo, amendoim, peixes e frutos do mar;

3. Dermatite atópica (também conhecida como eczema atópica), sendo uma alergia de pele que atinge principalmente o pescoço, face, dobras dos braços e a região atrás do joelho;

4. Alergia a picada de insetos, principalmente formigas, abelhas, mosquitos, vespas e marimbondos.

O tratamento contra alergia é definido por um médico alergista, mediante verificação do histórico e situação atual da criança. Conforme o tipo de alergia, poderá ser feito uso de vacinas e/ou medicamentos, além da adoção de medidas de controle ambiental.

Posted in Blog by admin | Tags: , , , , ,
15 de julho de 2021

O acúmulo de poeira em casa é um dos principais causadores de crises alérgicas em pessoas que tem asma, rinite ou bronquite. Sintomas dessas crises incluem espirros, coriza, tosse ou falta de ar, conforme o tipo de alergia, causando desconforto, agitação, irritação e falta de concentração.

Portanto, é essencial que a limpeza de sua casa seja feita de forma constante, para evitar o acúmulo de poeira no chão e também em cortinas, tapetes, carpetes, cobertores, travesseiros, colchões, móveis e objetos. A limpeza deverá ser feita com pano úmido ou aspirador, conforme a superfície. Não use vassoura, pois a poeira irá subir, fazendo com que o alérgico venha a respirar essa poeira.

No caso de travesseiros e colchões, é recomendado que sejam forrados com napa impermeável e sem zíper, o que facilita a limpeza e também evita a proliferação de ácaros.

Essas são importantes medidas de controle ambiental, que ajudam a diminuir a ocorrência de crises alérgicas respiratórias.

Com menos crises alérgicas, a pessoa ganha qualidade de vida, ficando disposta e concentrada

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
5 de julho de 2021

O inverno é uma estação que exige maior atenção com determinadas doenças, como gripe, pneumonia e meningite bacteriana, pois ficamos em ambientes fechados com outras pessoas por mais tempo, o que facilita a proliferação do vírus causador da gripe e de bactérias causadoras de pneumonia e meningite.

Além disso, as temperaturas baixas e o ar seco, comuns nessa estação, contribuem para a ocorrência de crises respiratórias, decorrentes de alergias como rinite, bronquite, sinusite ou asma.

A vacinação é a melhor forma de se prevenir contra gripe, pneumonia e meningite. No caso das alergias respiratórias, é recomendado a realização de tratamento com vacinas e medicamentos, conforme a situação, para diminuir a ocorrência de crises alérgicas ou que as crises fiquem mais leves.

Posted in Blog by admin | Tags: , , , , , , ,
28 de maio de 2021

A gripe é uma doença que pode causar várias complicações, tais como:

Pneumonia

Sinusite

Bronquite

Miocardite (inflamação do miocárdio)

Miosite (inflamação dos músculos), podendo causar dificuldade de locomoção

Encefalite (inflamação no cérebro), podendo deixar a pessoa em coma ou causar sua morte

Essas complicações podem ocorrer principalmente em pessoas de grupo de risco (idosos, crianças menores de 2 anos, pessoas com doenças crônicas, gestantes) ou em situações de não tratamento ou tratamento inadequado da gripe.

A vacinação é a melhor forma de se prevenir contra a gripe, sendo recomendada a vacina quadrivalente, que contém 4 cepas do vírus da gripe específicas para 2021 (H1N1, H3N2 e duas cepas de Influenza B ), oferecendo maior proteção contra a gripe do que a vacina trivalente, que contém 3 cepas do vírus.

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
13 de maio de 2021

O quadro de alergia respiratória (ex: asma, rinite ou bronquite) da pessoa pode piorar devido a 4 situações:

1. Ausência de tratamento. Pessoas que não tratam alergia respiratória podem ter crises alérgicas cada vez mais fortes e recorrentes. No caso da rinite não tratada, a pessoa pode vir a apresentar quadro de asma.

2. Uso de medicamentos sem a indicação de um médico. Além do risco de efeitos colaterais, a pessoa poderá estar tomando um medicamento que serve para outra finalidade.

3. Contato frequente com alérgenos, como poeira, fezes de ácaros, pelos de animais, pólen de flores, etc, substâncias responsáveis por desencadear crises alérgicas respiratórias.

4. Falta de fisioterapia respiratória. Essa fisioterapia melhora a respiração da pessoa, dando-lhe maior segurança. Cantar, tocar um instrumento de sopro (ex: flauta, trompete) ou fazer exercícios envolvendo sopro (assoprar com canudo, bolinhas de sabão) são exemplos de atividades envolvendo fisioterapia respiratória.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
25 de março de 2021

O outono é uma estação em que há aumento significativo dos casos de alergia respiratória (asma, rinite, bronquite), por causa do tempo seco e das mudanças bruscas de temperatura.

O tempo seco faz com que os alérgenos (substâncias responsáveis por causar crises alérgicas), fiquem no ar e em superfícies por mais tempo. Poeira, pelos de animais, fezes de ácaros e pólen de flores são exemplos de alérgenos.

Além disso, o outono é uma estação em que há muita variação de temperatura no mesmo dia (manhãs/tardes quentes e noites frias), sendo esse um motivo causador de muitas crises alérgicas respiratórias.

O tratamento contra alergias respiratórias é definido por um médico, através de vacinas antialérgicas e medicamentos, conforme o histórico e situação do paciente. Além disso, é importante que a pessoa adote medidas de controle ambiental em sua casa, para evitar o acúmulo de alérgenos.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
19 de março de 2021

Adenóide é um tecido que fica entre o nariz e a garganta, que serve como defesa contra germes.

Esse tecido pode aumentar devido a uma reação alérgica. O aumento da adenóide é popularmente conhecido como carne no nariz.

Os principais sintomas do aumento da adenóide são a obstrução nasal (fazendo com que a pessoa respire pela boca), ronco ao dormir, infecções no ouvido e acúmulo de secreção dentro do nariz.

Muitas crianças que tem alergia respiratória (asma, rinite, bronquite) apresentam esse aumento da adenóide, sendo recomendado o tratamento alérgico para que a criança volte a respirar normalmente. Caso o tratamento não seja realizado na infância, existe o risco do problema ficar mais grave na adolescência e na vida adulta.

A cirurgia é indicada caso o tratamento não dê resultado. Se a pessoa fez somente a cirurgia e não fez o tratamento, existe o risco da adenóide crescer novamente.

A consulta com um médico é fundamental para o diagnóstico do aumento da adenóide e respectivo tratamento.

Posted in Blog by admin | Tags: , , , ,
× Whatsapp