4 situações que podem piorar o quadro de alergia respiratória

13 de maio de 2021

O quadro de alergia respiratória (ex: asma, rinite ou bronquite) da pessoa pode piorar devido a 4 situações:

1. Ausência de tratamento. Pessoas que não tratam alergia respiratória podem ter crises alérgicas cada vez mais fortes e recorrentes. No caso da rinite não tratada, a pessoa pode vir a apresentar quadro de asma.

2. Uso de medicamentos sem a indicação de um médico. Além do risco de efeitos colaterais, a pessoa poderá estar tomando um medicamento que serve para outra finalidade.

3. Contato frequente com alérgenos, como poeira, fezes de ácaros, pelos de animais, pólen de flores, etc, substâncias responsáveis por desencadear crises alérgicas respiratórias.

4. Falta de fisioterapia respiratória. Essa fisioterapia melhora a respiração da pessoa, dando-lhe maior segurança. Cantar, tocar um instrumento de sopro (ex: flauta, trompete) ou fazer exercícios envolvendo sopro (assoprar com canudo, bolinhas de sabão) são exemplos de atividades envolvendo fisioterapia respiratória.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
11 de maio de 2021

O bebê com nível baixo de vitamina D pode apresentar problemas no crescimento e ossos mais fracos, o que propicia da ocorrência de fraturas.

Desta forma, caso seja constatado que o bebê apresenta deficiência de vitamina D, será necessário efetuar tratamento para reposição dessa vitamina, através de suplementos, exposição ao sol e alimentação específica, conforme a situação do bebê.

O tratamento deverá ser prescrito por um médico pediatra, conforme o grau de deficiência da vitamina.

Os pais nunca devem dar suplemento de vitamina D para seu filho sem a indicação de um médico pediatra e sem saber se o bebê está com deficiência dessa vitamina, pois existe o risco de intoxicação. Náuseas, vômitos, fadiga, fraqueza muscular e desidratação são alguns dos sintomas da intoxicação.

Bebês que estão com o nível de vitamina D num grau adequado podem tomar suplemento da vitamina para fins de manutenção. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda, para fins de manutenção, que a suplementação diária de vitamina D para bebês seja de 400 UI, a partir da primeira semana de vida até os 12 meses de idade, e de 600 UI, dos 12 aos 24 meses de idade.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
6 de maio de 2021

Rinite é uma alergia respiratória que consiste na inflamação das mucosas do nariz, tendo como principais sintomas a coriza, os espirros, a coceira no nariz e o nariz entupido.

Se a rinite não for tratada, a pessoa pode apresentar ronco e apneia, por causa do nariz entupido. Também pode apresentar mau hálito, pois como o nariz fica entupido, a pessoa passa a respirar pela boca.

Além disso, existe o risco da pessoa desenvolver asma, que possui sintomas mais graves, como falta de ar ou dificuldade para respirar.

Também pode ocorrer aumento da adenóide (popularmente conhecida como carne no nariz), tecido que fica entre o nariz e a garganta e que serve como defesa contra germes. Esse aumento da adenóide pode causar obstrução nasal, acúmulo de secreção dentro do nariz, ronco ao dormir, infecções no ouvido, diminuição da audição e diminuição da concentração.

O tratamento contra rinite é definido por um médico alergista, através do uso de medicamentos e vacinas antialérgicas, conforme a situação. Além disso, é importante adotar medidas de controle ambiental na casa do paciente, para evitar o acúmulo de substâncias como poeira, mofo, pelos de animais e fezes de ácaros, que podem desencadear crises alérgicas.

Posted in Blog by admin | Tags: , ,
4 de maio de 2021

As amígdalas são nódulos situados no fundo da garganta, sendo a primeira defesa contra vírus e bactérias que entram pelo nariz ou pela boca.

Ao efetuar essa defesa, as amígdalas podem ficar inflamadas, causando um quadro de amigdalite. Dor de garganta, dificuldade para engolir, febre e inchaço dos gânglios do pescoço são os principais sintomas de que a pessoa está com amigdalite.

A consulta com um médico é essencial para o correto diagnóstico da amigdalite. Atenção especial deverá ser dada caso a dor de garganta seja muito forte, impedindo a pessoa de engolir alimentos ou ingerir líquidos de forma satisfatória.

O tratamento contra amigdalite é feito com medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios, se causada por vírus, e antibióticos, caso seja causada por bactérias.

No caso da amigdalite causada por bactérias, o tratamento feito de modo inadequado ou a demora em buscar tratamento pode fazer com que as bactérias venham a atingir os rins, causando inflamação conhecida como nefrite. Além disso, pode ocorrer o surgimento de bolsa de pus, próximo das amígdalas.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
28 de abril de 2021

Num primeiro momento, a pneumonia pode ser confundida com a gripe, pois essas doenças apresentam sintomas semelhantes, como febre, tosse, dor de garganta e dores pelo corpo.

Entretanto, há 3 sintomas que podem indicar que a pessoa esteja com pneumonia: tosse com catarro, febre alta e dor no tórax durante a respiração, sendo essencial a consulta com um médico para o correto diagnóstico da doença.

Em caso de demora no diagnóstico, o quadro de pneumonia pode se agravar, sendo necessário a internação da pessoa. Em algumas situações, poderá ser necessário a realização de procedimento para drenagem de líquido acumulado nos pulmões.

A vacinação é a melhor forma de se prevenir contra a pneumonia causada por bactérias. As vacinas pneumocócica conjugada 10-valente (VPC10), pneumocócica conjugada 13-valente (VPC13) e pneumocócica polissacarídica 23-valente (VPP23) previnem contra vários tipos de Streptococcus pneumoniae (pneumococo), bactéria responsável por muitos casos de pneumonia.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
23 de abril de 2021

Pólipos nasais são tecidos que se formam na mucosa do nariz devido a uma inflamação, podendo causar entupimento no nariz, perda do olfato e paladar, dor na face, dor de cabeça e roncos durante o sono.

Alergias respiratórias não tratadas, como asma, rinite e sinusite, podem causar essa inflamação, resultando na formação dos pólipos nasais.

O tratamento para eliminar os pólipos nasais ou diminuir seu tamanho é realizado com medicamentos e uso de soro fisiológico, conforme a situação. Em alguns casos, pode ser necessário a realização de cirurgia para remover esses pólipos.

Pessoas que tem alergia respiratória podem prevenir a formação desses pólipos nasais ao fazer tratamento contra alergia, definido por um médico alergista, mediante o uso de vacinas e/ou medicamentos e adoção de medidas de controle ambiental.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
14 de abril de 2021

Pessoas que tem alergia a ovo podem se vacinar contra gripe em local com supervisão médica, devido ao risco de reação à ovalbumina (proteína presente na clara de ovo), um dos componentes dessa vacina.

Coceira, náuseas, vômitos, urticária, inchaço na garganta e choque anafilático são alguns exemplos de reações que podem ocorrer. Conforme a gravidade da reação, o médico poderá fazer uso de itens como ambu e/ou adrenalina, para salvar a pessoa.

Para saber se é alérgico a ovo, é necessário que a pessoa faça o teste no sangue que verifica a existência de anticorpos do tipo IgE, produzidos pelo sistema imunológico da pessoa alérgica.

Posted in Blog by admin | Tags:
7 de abril de 2021

1. A vacina contra gripe aumenta a imunidade da gestante, diminuindo o risco de complicações decorrentes da gripe, como pneumonia, infecções respiratórias ou inflamação do miocárdio (miocardite), que podem causar sua morte ou desencadear situações de parto prematuro ou aborto.

2. Os anticorpos produzidos em decorrência da vacinação passam para o bebê, que ganha maior imunidade contra gripe nos primeiros meses de vida, até que tenha idade (a partir dos 6 meses) para tomar a vacina contra essa doença.

3. A vacina é produzida com vírus inativado, não causando qualquer reação na maior parte dos casos. É indispensável que a gestante tenha a indicação médica para se vacinar contra a gripe, sendo recomendada a vacina quadrivalente, que contém 4 cepas do vírus influenza, oferecendo maior proteção que a vacina trivalente, que contém 3 cepas do vírus.

Posted in Blog by admin | Tags: ,
1 de abril de 2021

Os casos de alergia alimentar aumentam na Páscoa, devido ao maior consumo de bacalhau, camarão e peixe e também por causa de itens como leite, ovo, cacau, amendoim, soja ou castanhas, que podem estar presentes na composição de chocolates ou outros doces.

Coceira, vermelhidão na pele, náuseas e vômitos são as reações alérgicas mais comuns. Porém, a pessoa pode também apresentar reações mais graves, como tontura, desmaio, urticária, choque anafilático e inchaço na garganta, sendo que algumas dessas reações podem causar a morte da pessoa, caso o socorro não seja imediato.

Para descobrir se a pessoa tem alergia a determinado alimento, é necessário fazer o teste cutâneo ou o teste no sangue, que verificam a existência de anticorpos produzidos pelo sistema imunológico da pessoa que tem alergia.

O tratamento contra alergia alimentar serve para diminuir a ocorrência de reações alérgicas ou que a pessoa tenha reações mais leves, melhorando sua qualidade de vida.

Posted in Blog by admin | Tags:
25 de março de 2021

O outono é uma estação em que há aumento significativo dos casos de alergia respiratória (asma, rinite, bronquite), por causa do tempo seco e das mudanças bruscas de temperatura.

O tempo seco faz com que os alérgenos (substâncias responsáveis por causar crises alérgicas), fiquem no ar e em superfícies por mais tempo. Poeira, pelos de animais, fezes de ácaros e pólen de flores são exemplos de alérgenos.

Além disso, o outono é uma estação em que há muita variação de temperatura no mesmo dia (manhãs/tardes quentes e noites frias), sendo esse um motivo causador de muitas crises alérgicas respiratórias.

O tratamento contra alergias respiratórias é definido por um médico, através de vacinas antialérgicas e medicamentos, conforme o histórico e situação do paciente. Além disso, é importante que a pessoa adote medidas de controle ambiental em sua casa, para evitar o acúmulo de alérgenos.

Posted in Blog by admin | Tags: , , ,
× Whatsapp